A jornada deve ser sempre um momento para aproveitar ao máximo, romper o estresse e poder entrar em contato conosco. Por essa razão, a lógica a seguir é a da lentidão, lançando-nos na descoberta de um itinerário e uma meta a ser alcançada, confiando exclusivamente em nossos pontos fortes.
Em resumo, viajar a pé e confiar em sua mochila é a melhor maneira de conseguir isso. Além disso, mesmo na Itália, há muitas ideias para começar a pé, porque você pode encontrar muitas oportunidades perfeitas para essa atividade. Então, vamos ver duas rotas para fazer na península e dicas para caminhar com segurança.
Dicas para viajar em total segurança
A segurança não é uma opção, mas uma regra, especialmente quando se viaja a pé e para destinos desconhecidos. É necessário preparar um kit para estar sempre pronto para enfrentar as diferentes situações, para que a mochila seja preparada justamente nesta perspectiva.
O que colocar na nossa mochila? Os medicamentos indispensáveis ​​e protetor solar, além de produtos para o tratamento de bolhas. Além disso, uma boa idéia também pode ser fazer um seguro, especialmente se você decidir fazer uma aventura no exterior. Neste caso, o ideal é escolher uma empresa confiável como Helvetia, ter a garantia de receber o apoio adequado em caso de eventos inesperados. Finalmente, lembre-se de que as roupas devem ser lavadas à mão: portanto, por uma questão de higiene, você deve sempre estocar sabão para roupas.
Dois itinerários sugeridos para viajar a pé
Via degli Abati: a rota da Via degli Abati é de longe uma das mais relaxantes da Itália, para quem viaja a pé. Não surpreendentemente, foi diariamente espancado por peregrinos em busca de paz interior, e hoje os turistas costumam seguir seus passos. A rota em questão liga Pavia a Pontremoli e oferece a possibilidade de descobrir belas cidades, como Placência e Parma, além dos fantásticos Apeninos toscano-emilianos. Não há escassez de aldeias, como a Via degli Abati permite que você descubra as cidadelas como Groppallo, Bobbio e a bela fortaleza de Bardi.
Strada dei Setteponti: a Strada dei Setteponti é um itinerário mais curto, portanto adequado para aqueles com menos dias de férias à sua disposição. Apesar disso, oferece muitas maravilhas, como no caso dos córregos e rios espalhados ao longo do percurso. Aqueles que optam por empreender esta jornada também podem admirar várias aldeias de origem medieval, as igrejas paroquiais romanas e muitas igrejas muito antigas. Para mencionar alguns exemplos de mérito, como o Pieve de San Pietro a Gropina e o Pieve a Pitiana. A igreja paroquial de San Pietro a Cascia também merece uma visita, especialmente por causa da presença do Museu Masaccio e suas vistas da paisagem.


Posts interessantes:

Cuidado com as dietas depurativas


https://cscdesign.com.br/assista-stephanie-mcmahon-e-triple-h-sincronizam-uma-musica-moana-em-jimmy-fallon/
https://halderramos.com.br/papel-da-medicina-alternativa-na-sociedade-moderna/

Onde e como vender fotos em um banco de fotos

A Importância da Comunicação Visual no Marketing

7 maneiras de maximizar o ROI do seu programa de marketing de afiliados